Informação de qualidade
sobre tudo que acontece
nas cidades do Estado do Rio

Aqui você encontra:

Fux confirma decisão do TSE que impugnou candidatura de prefeito reeleito em Itatiaia

Cidade terá novas eleições
Facebook
WhatsApp
Twitter

Fux confirma decisão do TSE que impugnou candidatura de prefeito reeleito em Itatiaia

Cidade terá novas eleições
Facebook
WhatsApp
Twitter

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, negou nesta terça-feira (5) o pedido de Eduardo Guedes, o Dudu (PSC), prefeito reeleito em Itatiaia (RJ), para suspender a determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que impugnou o registro de sua candidatura.
Dudu foi eleito em 2016 e reeleito em 2020, mas tinha assumido o cargo de prefeito provisório em 6 de julho de 2016, a 89 dias antes de sua primeira vitória nas urnas. No entendimento de Fux, o TSE tomou a decisão correta ao considerar que a reeleição em 2020 configura um terceiro mandato consecutivo.
A decisão tem base no artigo 14, parágrafo 5º, da Constituição Federal, que diz: “os prefeitos e quem os houver sucedido ou substituído no curso dos mandatos poderão ser reeleitos para um único período subsequente”.
Dudu havia questionado o entendimento do TSE ao defender que, em 2016, quando ocupava o cargo de primeiro-secretário da Câmara Municipal, assumiu o comando provisório da prefeitura pelo período de 50 dias.
O pedido ao STF justificou que a decisão causaria grave lesão à ordem pública, ao colocar em risco o princípio da continuidade administrativa.
No entanto, o ministro Luiz Fux não verificou requisitos necessários à concessão do pedido contra a determinação do TSE ao considerar jurisprudência do STF, “no sentido de que incide a cláusula constitucional de inelegibilidade ao candidato que exerce temporariamente as atribuições do cargo de prefeito dentro do período de seis meses anteriores ao pleito”.
O ministro também não entendeu que a decisão do TSE tem potencial lesão de natureza grave ao interesse público. “Com efeito, não se vislumbra a existência de plausibilidade na argumentação do requerente de que o imediato cumprimento da decisão impugnada seria capaz de comprometer significativamente a ordem pública”, afirmou Fux.
Com a candidatura de Dudu indeferida, Itatiaia passará por novas eleições. A data do novo pleito fica a cargo do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) e ainda será marcada.
No dia 1º de janeiro, o presidente da Câmara Municipal, Imberê Moreira Alves (PRTB), assumiu provisoriamente a cadeira de prefeito e ficará no cargo até a diplomação do novo eleito.

PUBLICIDADE

Comentários


RJ Cidade ® 2020 Todos os direitos reservados.

Siga o RJ Cidade nas Redes:

Envie sua denúncia ou
sugestão de matéria

Siga o RJ Cidade nas Redes:

Envie sua denúncia ou
sugestão de matéria


RJ Cidade ® 2020 Todos os direitos reservados.

Siga o RJ Cidade nas Redes:

Envie sua denúncia ou
sugestão de matéria


RJ Cidade ® 2020 Todos os direitos reservados.